Free Essay

No Se Que Poner

In: Business and Management

Submitted By carrot123456
Words 6476
Pages 26
TECNISA – MAIS CONSTRUTORA POR M²:
Estratégias de Marketing de
Relacionamento

www.espm.br/centraldecases

TECNISA – MAIS CONSTRUTORA POR M²:
Estratégias de Marketing de
Relacionamento

Preparado pela professora Denise von Poser, da ESPM-SP, sob a orientação dos professores
Ivan Pinto e Romeo Busarello.
Este caso foi escrito inteiramente a partir de informações cedidas pela empresa e outras fontes mencionadas no tópico “Referências”. Não é intenção do autor avaliar ou julgar o movimento estratégico da empresa em questão. Este texto é destinado exclusivamente ao estudo e à discussão acadêmica, sendo vedada a sua utilização ou reprodução em qualquer outra forma. A violação aos direitos autorais sujeitará o infrator às penalidades da Lei. Direitos
Reservados ESPM.
Agosto 2005

www.espm.br/centraldecases

RESUMO
Apresentar um case de marketing de relacionamento demonstrando que, na verdade, trata-se de uma evolução do pensamento mercadológico, e tem que ter o apoio e a participação de todos na empresa para que possa ser bem-sucedido, aumentando assim o retorno sobre os investimentos que nele são feitos.
Demonstrar a importância estratégica do marketing de relacionamento e como ela é vital para o sucesso de uma marca de bens de consumo e serviços.
Apresentação de conceitos, discussão de case real e propostas de novas ações, como acompanhamento dos resultados, desafios e soluções.
Estamos em um novo tempo, produtos e serviços transformam-se em commodities, pois hoje a oferta é muito maior que a procura. Qualidade e preço também não são mais diferenciais ou fatores de escolha.
As relações entre os clientes e as construtoras exigem modelos mais sofisticados do que os tradicionais, pois a oferta de negócios também é elevada, possibilitando aos compradores maior escolha e acirrando a concorrência entre as empresas.
“Carinho antes é interesse. Carinho depois, é relacionamento.”

PALAVRAS-CHAVE
Tecnisa, Estratégia, Marketing, Relacionamento.

| Central de Cases

3

INTRODUÇÃO
Qualidade e tecnologia. Sobre esses dois conceitos a TECNISA ergueu uma história de sucesso no mercado imobiliário. Começou sua trajetória com o lançamento de um edifício residencial, em 1977. Nesses 28 anos, cresceu atuando no desenvolvimento de projetos, na construção e na incorporação e conquistou status de grande construtora. Em 2004 e 2005, recebeu o Prêmio
Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente, que reconhece as empresas que privilegiam a excelência no atendimento, não só conquistando novos clientes, mas, principalmente, mantendo alto índice de satisfação e fidelidade. Sua especialidade são os empreendimentos residenciais, especialmente os edifícios de apartamentos.
A experiência da TECNISA inclui ainda condomínios de casa, flats e escritórios, Hoje são mais de 80 empreendimentos, num total que supera 5,3 mil unidades. Traduzida em números, a produção da empresa dá uma noção da sua grandeza. Ao longo de sua história, a TECNISA contabiliza 1.054.393 m² de área construída.
O tempo trouxe experiência. Esse, entretanto, não é o único ingrediente responsável por transformar o nome TECNISA numa grife do setor imobiliário. Um conjunto de estratégias empresariais, do ponto de vista técnico e administrativo, somado ao respeito aos valores que norteiam seu trabalho, impulsionaram o crescimento da construtora.
Com a ajuda de uma equipe de profissionais altamente capacitados, a empresa trabalha na busca incansável por inovação e iniciativa para utilizar novas técnicas e adotar métodos e sistemas construtivos que propiciem a racionalização das obras; obtenção da certificação de qualidade da ISO 9001; melhorar cada vez mais os empreendimentos TECNISA do sonho do consumidor quando ele se prepara para comprar um imóvel.
Para enfrentar o desafio de se manter entre as maiores construtoras e incorporadoras do País, a TECNISA tem uma estratégia clara: liderar as mudanças tecnológicas do setor, antecipar as tendências de mercado e criar novos paradigmas a serem seguidos por outras empresas, inclusive concorrentes.

O DESAFIO
Aumentar as vendas por indicação
Em 2001 as vendas da TECNISA por indicação não ultrapassavam os 3%. O trabalho de relacionamento com o cliente iniciou-se em 2002 e em 2003 os resultados já começavam a surgir:
11% das vendas foram realizadas por indicações e, em 2004, 18%. A previsão para 2005 é de
22%. Os objetivos a serem alcançados foram estabelecidos para 2007: 30% das vendas deverão ser por indicação dos clientes. Um grande desafio!

A ESTRATÉGIA
Mais construtora por m²
A TECNISA desenvolveu competências específicas de maneira a criar um relacionamento diferenciado e superior, o qual está expresso com a sua assinatura: Mais Construtora por m².
Muito além de um slogan, expressa a visão ampliada da TECNISA em atuar de maneira singular em todo o mercado, e reflete muito bem a visão de futuro da empresa, bem como suas crenças e valores institucionais.

O PROBLEMA
As pessoas precisam sentir-se importantes, diferenciadas e seguras. A compra de um imóvel apresenta um alto índice de ansiedade. Em marketing esta ansiedade é conhecida como dissonância cognitiva.

| Central de Cases

4

Ações
São 39 pontos de contato na área de relacionamento, que é composta por funcionários dos departamentos de relacionamento com o cliente, crédito e contas a receber, jurídico, engenharia e assistência técnica.
O contato ativo é feito através de 39 pontos de contato com os clientes, para que eles tenham a total certeza e segurança que a TECNISA não os considera especiais somente até o momento da assinatura do contrato.
Até esse momento eles são prospects e interagem somente com os corretores. A partir do momento em que assinam o contrato é que se tornam clientes e passarão a ser impactados pelas ações de relacionamento.
Vários objetos simbólicos, adequados a cada fase do empreendimento, são enviados aos clientes em lindas caixas acompanhadas de cartas personalizadas. Além desses objetos são enviados mensalmente comunicados por e-mail informando o estágio da obra, com fotos e áudio personalizado. Ao ouvir seu nome quando recebe a mensagem em áudio, o cliente confirma o empenho em atendê-lo de forma cuidadosa e nos mínimos detalhes.
Resumo de alguns dos 39 contatos que a TECNISA estabelece com o cliente após a compra:
1. No momento da aprovação de crédito, uma caixa com champanhe, taças e trufas é enviada ao comprador com uma carta de parabéns, propondo um brinde por esse momento tão especial.
2. No segundo contato o comprador recebe a pasta do proprietário, com divisórias para documentos e boletos, e também com uma carta personalizada.
3. No início da obra, são enviados em uma caixa um par de luvas de pedreiro simbolizando esse momento e uma carta informando que o sonho começou a virar concreto.
4. Todo mês, após o início das obras, o cliente recebe um e-mail personalizado, informando o status da obra, com imagens atualizadas do seu empreendimento e a situação da obra naquele momento. No site, também foi criada uma área denominada “sua obra”, em que o cliente pode acessar todas as fotos de seu empreendimento, desde o início das obras até o momento da entrega.
5. No momento da escolha da planta e dos acabamentos – PERSONAL TECNISA – o comprador recebe uma pasta juntamente com as opções de plantas e uma carta convite pedindo para que entre em contato e agende um horário com as arquitetas que irão ajudá-lo a fazer as escolhas. Nesse dia, quando chega à recepção da empresa, um quadro com o seu nome é colocado na recepção lhe dando boas vindas.
6. Cerca de 10 meses após o início da obra, o comprador recebe uma linda foto aérea da obra em uma pasta personalizada.
7. Cerca de 1 ano antes da entrega do empreendimento, o cliente é convidado a visitar a obra com seus familiares e amigos. Todos são recebidos com um belíssimo branch, em um ambiente especialmente decorado para ele se sentir “em casa”. O cliente é recebido pelos engenheiros e mestre de obras que o recepcionam, apresentam o empreendimento e esclarecem todas as possíveis dúvidas. O comprador recebe um capacete simbolizando o momento, e uma carta convite. Uma curiosidade: os cliente levam os capacetes!
8. Cerca de 3 meses antes da entrega do empreendimento, o cliente recebe o guia de orientação ao cliente TECNISA que contém as informações sobre financiamento bancário, garantias, vistoria, posse do imóvel, etc. Esse guia contém perguntas e respostas que foram elaboradas a partir das dúvidas mais frequentes dos clientes.
9. Cerca de 2 meses antes da entrega do empreendimento, o cliente é convidado para visitar o seu apartamento. Ele recebe uma caixa contendo um kit com régua de escala, bloco de anotações, trena, caneta e lapiseira. Nesse momento ele pode levar o arquiteto, decorador, marceneiro ou qualquer outro prestador de serviços que pretende contratar para elaborar o projeto de decoração do novo lar.

| Central de Cases

5

10. Na entrega das chaves, o Departamento de Relacionamento com o Cliente também oferece um atendimento especial e personalizado. As chaves são entregues em uma embalagem de veludo dentro de uma caixa, comemorando mais um momento do sonho da entrega do novo lar.
11. Relacionamento com os clientes após a entrega das chaves.
A TECNISA possui uma equipe de assistência técnica que, após comunicação do problema ao Departamento de Relacionamento com o Cliente, encaminha ao local uma engenheira para fazer a avaliação do problema.
A assistência técnica possui uma equipe treinada, uniformizada e com crachá de identificação.
A TECNISA acredita que a presença de uma engenheira especializada é muito mais adequada em um lar já instalado, porque a mulher tem uma sensibilidade especial para lidar com a família, e com reparos na obra.
Os funcionários da assistência técnica receberam um treinamento específico para execução desse trabalho e sobre o relacionamento com o cliente nesses momentos. Ao término do serviço, deixam um cartão com a mensagem: “na data de hoje estivemos presentes em seu apartamento para atender suas solicitações de reparos. Se eventualmente o problema persistir, por favor, não hesite em nos contatar... Se quaisquer transtornos foram ocasionados durante o nosso trabalho, pedimos desculpas”. O funcionário assina o cartão e deixa no apartamento caso os proprietários não estejam presentes.

TÁTICAS CRUZADAS DE RELACIONAMENTO
1) Com os Vizinhos
Uma das grandes prioridades sociais da TECNISA é estabelecer bons relacionamentos com os vizinhos que residem próximo a seus empreendimentos em construção. Em uma cidade verticalizada como São Paulo, não há quem não tenha convivido com alguma obra próxima da sua residência. O convívio dos moradores com as construtoras não é dos mais amigáveis. Inexiste diálogo entre as partes. A saída, muitas vezes, é a via judicial.
Em julho de 2002 a TECNISA iniciou o Projeto Vizinho, que tem como objetivo estabelecer um bom relacionamento e, sobretudo, um convívio pacífico com todos os vizinhos que residem próximo do empreendimento em obras. Em todo o início de obra, a TECNISA envia uma xícara simbolizando a política da “boa vizinhança” com uma carta de apresentação do engenheiro responsável pela obra, explicando de forma clara e transparente, algumas premissas básicas do funcionamento da construção.
Nessa mesma carta de apresentação é informado um canal exclusivo de comunicação, o e-mail: vizinho@tecnisa.com.br, para envio de reclamações em relação a irregularidades. Desde o início do projeto, 7.407 vizinhos foram impactados e recebemos e-mail com reclamações procedentes e 75 com reclamações improcedentes. Esses e-mails são respondidos no prazo médio de 24 horas por um comitê interno de pessoas constituído pelas áreas de Marketing, Relacionamento e Engenharia.
A TECNISA segue rigorosamente todas as leis municipais que regem os aspectos relacionados à poluição sonora e horários de trabalho. Muitas vezes, as ignora em benefício do bem-estar do vizinho. Por exemplo, no estágio da fundação, de segunda a sábado iniciam às
8 h e não às 6 h e encerram às 19:30 h e não às 22 h.
Excepcionalmente, por problemas logísticos de obra, excedemos o horário proposto, no entanto, sempre respeitamos os horários previstos em lei. A calçada de pedestres em frente à obra é lavada diariamente com água reutilizada da chuva quando as condições climáticas permitem.
Em outubro de 2003 a TECNISA estabeleceu o Contrato de Compensação Social com fornecedores que compõem a cadeia produtiva da obra. Esse contrato prevê uma multa social no valor de R$ 500,00, em caso de descumprimento das regras e horários estabelecidos com a construtora.

| Central de Cases

6

2) Internet
Desde o início do projeto internet, em 2001. Um dos objetivos da Tecnisa era o uso da ferramenta para incrementar a comunicação com seus clientes em todos os estágios do relacionamento, de suspect até a fidelização de cliente, além da geração de vendas de apartamentos.

Estratégia empregada
O desenvolvimento do novo site da TECNISA foi baseado em navegação simples e rápida.
Analisando o processo de decisão de compra, o foco foi trabalhar no levantamento de informações e auxiliar na seleção de alternativas.
O 1º estágio do processo de compra, da detecção da necessidade, é facilitado pelo uso da internet, principalmente pela predominância das classes A e B, que representam cerca de 80% dos internautas brasileiros. Para os suspects e prospects, atuamos no momento de pré-vendas, fornecendo todas as informações que eles necessitam para decidir-se pela compra de um TECNISA. Para os clientes, o uso da internet está integrado ao amplo trabalho de relacionamento da TECNISA, com trinta e nove pontos de contato, desde o fechamento do negócio até a entrega das chaves.
O projeto de relacionamento consolidou-se após 2 anos e através de pesquisas constatou-se um índice de satisfação de clientes de 97%, sendo que 95% indicariam a empresa a amigos e conhecidos. Criou-se então, o “Member get member”, projeto criado para estimular a indicação de potenciais compradores pelos clientes satisfeitos, inteiramente ambientado na internet.
Para as ações na internet, estabeleceu-se um tripé principal baseado em: Marketing de Experiência, Marketing Viral e Marketing Social.

Marketing de Experiência
A compra de um imóvel na planta é, em última análise, a compra de um “pote de ar”.
Ela é apenas uma garantia de que, num prazo determinado, será entregue um imóvel com as características apresentadas no material de divulgação. Sabendo disso procurou-se explorar o marketing de experiência, através de visitas virtuais dos apartamentos modelo decorados ou construídas a partir das ilustrações, quando o empreendimento não possuía apartamento decorado. Todas as ilustrações dos lançamentos, bem como as plantas também foram disponibilizadas, inclusive com a opção de impressão de plantas com metragem.
Outro elemento importante é o croqui sem escala de cada empreendimento, que mostra a posição do edifício em relação ao sol. Para os empreendimentos entregues, que representam um importante peso para o prospect, no momento da decisão de compra, usamos fotos e visitas virtuais. Outro elemento importante foi o roteirizador, em parceria com o Maplink, que indica ao internauta a distância de um ponto qualquer da cidade (sua residência ou seu trabalho) e o melhor caminho para chegar à determinado empreendimento. Além disso, o sistema, através de parceria com a Urban Systems, oferece a infraestrutura de serviços da região (hospitais, escolas, farmácias, academias, padarias, shoppings, entre outros). Essa informação é muito importante, uma vez que a localização do imóvel e a infra-estrutura da região são alguns dos principais itens decisórios no processo de escolha de um imóvel novo.
Outra facilidade desenvolvida para os usuários do site foi a inclusão de links para a página do FGTS na CEF, para os empreendimentos que estão dentro das condições de preço para sua utilização e, a partir de 2004, o link sobre informação de preço base e condições de pagamento no menu da página de produtos, ao lado do formulário de cadastro.
Outro item importante foi a criação do testemunhal de clientes, com nome completo, fotos e vídeos a partir de 2003, para gerar credibilidade e confiança. Os vídeos foram incluídos considerando o grande crescimento no número de usuários de banda larga. O internauta também pode fazer o download, em PDF, do memorial descritivo, documento que possui os detalhes de acabamento que serão usados nas áreas privativas e comuns do empreendimento.

| Central de Cases

7

Também para gerar credibilidade, foi colocada no ar em 2005 a relação de todas as obras entregues pela TECNISA em sua história, com foto e descritivo resumido do empreendimento.
Como a estratégia da TECNISA baseia-se em diferenciação, foi criado um canal no site, denominado “Nossos diferenciais”, onde são destacados os importantes itens que diferenciam a empresa dos concorrentes, sempre com muitas imagens.
Em 2004, foi criado o canal Parceiros, onde são relacionadas todas as empresas parceiras do processo produtivo de uma obra, cujos produtos e serviços ajudam a TECNISA a entregar um empreendimento de melhor qualidade.
Para se relacionar com a imprensa, foi criada uma seção em que pode-se obter as notícias mais expressivas sobre a TECNISA, assim como releases e uma área fechada para acessar imagens, logos e fotos para a ilustração de matérias.
Para os interessados em trabalhar na TECNISA, foi criada a área de Recursos Humanos, em que pode-se cadastrar o curriculum vitae, on-line, assim como acesso à Política de RH da empresa. Esse sistema facilitou o controle e a seleção de candidatos.
Outra área criada foi a seção Responsabilidade Social Estratégica para apresentar todos os trabalhos sociais desenvolvidos pela TECNISA, com os respectivos balanços sociais.
Com o objetivo de uma navegação mais harmoniosa e envolvente, foram inseridos elementos de humanização no site com imagens de famílias, de acordo com o perfil do público do produtos, nos destaques de produtos na home, substituindo as ilustrações de fachada.
Outro importante recurso humanizado é a personalização. Quando o internauta entra no site pela primeira vez, um cookie é instalado em seu navegador, e, ao retornar ao site, ele será saudado por uma chamada, com links para o empreendimento que mais foi acessado nas visitas anteriores e um convite para se cadastrar.

Marketing Viral
Foi desenvolvido o “Indique a uma (um) amiga (o)”, com a ênfase das mulheres, em primeiro lugar, pois elas são responsáveis pela decisão de 90% das compras de imóveis. A ferramenta foi colocada nas principais páginas do site: lançamentos, plantas, mapas de localização, acompanhamento de obras, obras entregues. Mensalmente são geradas cerca de 50 indicações de páginas do site a outros internautas.

Marketing Social
Toda pessoa que se cadastra no site da TECNISA recebe um e-mail personalizado com as informações solicitadas e uma doação e falando da parceria entre a fundação e a TECNISA.
Também foi desenvolvido um sistema de doações para o Projeto Felicidade, através do site da
TECNISA. O internauta, sem a necessidade de se cadastrar no site da TECNISA, confirma a doação que a companhia fará em seu nome ao Projeto Felicidade, igualmente recebendo um e-mail de agradecimento do parceiro social, explicando sua atuação e a parceria que possui com a empresa.

Ampliação dos pontos de contato
Uma das maiores necessidade dos clientes é buscar o anonimato, através do uso do e-mail, evitando os contatos constantes dos corretores de imóveis. A internet resolve seu problema, ao permitir que o interessado se mantenha anônimo, usando apenas o e-mail, e determine a velocidade e os meios de relacionamento com a empresa.
Diversos pontos de contato estão à disposição do cliente: e-mail, formulários de informações de empreendimentos, formulário de agendamento de visita, chat, com a plataforma da direct-talk, linha telefônica direta para a equipe de corretores virtuais presente nas páginas de produtos e na página principal do site, e a partir de 2003, o formulário Escolha seu TECNISA, área na qual o internauta pode selecionar o imóvel ideal de acordo com sua necessidade baseado na oferta real do mercado, segmentado por bairro, número de dormitórios, área útil e preço.

| Central de Cases

8

Essa ferramenta possibilita à companhia o desenvolvimento de produtos mais próximos à demanda de mercado e o formulário Fale Conosco com segmentação, onde o internauta identifica-se como cliente ou não cliente, e, no caso de uma identificação como não cliente, ele pode selecionar o assunto do seu contato (compra de imóveis, fornecedores, oferta de terrenos, trabalhe conosco), isto para encaminhar o cadastro ao departamento responsável e agilizar a resposta.
Para facilitar o atendimento on-line via chat, criamos um personagem, Camila Fernandes, com fotos e um cargo – Analista de Mercado TECNISA. Ela se apresenta ao internauta 20 segundos após ele entrar na página de um empreendimento, simulando uma consultora de loja de varejo que se oferece para ajudar uma pessoa interessada que acaba de entrar no ambiente. Criou-se um sistema que permite ao atendente saber qual empreendimento originou o contato, facilitando o atendimento. Durante um período experimentamos denominá-la Corretora de Imóveis, e pudemos observar uma mudança na atitude dos internautas, menos favorável à opção Analista de Mercado.
A TECNISA tem muito cuidado com a transparência e o trato dos dados cadastrais dos prospects e clientes, apresentando nossa política de privacidade antes do preenchimento do formulário e oferecendo a opção de escolha do meio de contato preferido.
Criamos uma estrutura de atendimento aos cadastros gerados pela internet, com uma equipe de seis corretores virtuais, que fazem plantão nos seus computadores, ao invés dos stands de vendas, atendendo todos os dias do ano inclusive feriados. As respostas são personalizadas e atendidas em um tempo médio de 20’’. Na resposta enviada, além das informações solicitadas, oferecemos o Serviço Leva e
Traz, serviço gratuito de locomoção, com um carro sedã e motorista, para levar e trazer o interessado ao stand de vendas ou à TECNISA e uma confirmação de doação, pela TECNISA, em nome do prospect, à
Fundação Gol de Letra. Outro ponto foi o treinamento constante do padrão de resposta dos corretores virtuais O sistema de envio de e-mails, pelos corretores, é efetuado através de ferramenta desenvolvida em ASP, integrada com e-mail, que padroniza e acelera o processo.
As vendas efetuadas por esses seis corretores on-line representaram 18% do faturamento total da TECNISA em 2004.

3)TECNISA, uma empresa gayfriendly
Estima-se que 10% da população brasileira tenha uma orientação homossexual, o que representa 18 milhões de pessoas. A TECNISA identificou uma grande oportunidade de negócios nesse público. Em 2002 começou a investir nos principais sites de comunidade GLBT (ver anúncios). No ano de 2004 começaram a surgir os primeiros resultados desta estratégia ousada,
12% das vendas da TECNISA foram destinadas a clientes da comunidade GLBT.
Essas informações foram capturadas pelo nosso departamento de relacionamento com o cliente, que possui um serviço personalizado de escolha de plantas e definição de acabamentos.
Nessas visitas os clientes são recebidos por duas arquitetas que assessoram os clientes na definição dos projetos dos apartamentos. Esse público investe em média 20% do valor do apartamento em modificações de plantas e acabamentos contra uma média de 8% do mercado heterossexual.
As principais solicitações desse público são: banheira com hidromassagem, cozinha americana e revestimentos de grife internacional. A TECNISA está estudando também a possibilidade de dar assessoria jurídica para os parceiros.
Em 2005 a TECNISA foi uma das primeiras empresas a assumir uma posição de empresa gayfriendly em um mercado em que ainda reina um forte preconceito. Persiste no mundo corporativo uma preocupação de relacionar a empresa a esse público. “Enquanto nossos concorrentes fazem piadas, eu faturo alto”, diz Romeo Busarello, diretor de marketing da TECNISA. Revista Isto é
Dinheiro 26.1.2005.
Em virtude do crescimento de cliente da comunidade GLBT, a TECNISA contratou os serviços de um consultor GLBT que promove cursos orientativos sobre as novas formas de conduta.
Os resultados na mudança de comportamento dos funcionários são visíveis.

| Central de Cases

9

4)Com Funcionários
Projeto Marketing de Relacionamento – Evolução Contínua
Em maio de 2003, surgiu o Projeto Evolução em Relacionamento TECNISA, com o objetivo de consolidar todas essas estratégias para promover uma crescente evolução, pois o crescimento precisa ser constantemente retroalimentado. “Precisamos de evolução e não mais de revolução...”- afirma Romeo Busarello, diretor de marketing.
Com isso, um programa especial de treinamento começou a ser elaborado para todos os profissionais que têm contato com os clientes:
- Engenheiros de obras
- Departamento de Relacionamento com o Cliente
- Departamento de Crédito e Contas a Receber
- Departamento Jurídico
- Assistência Técnica (engenheiros e operários)

Processo
No total foram 120 horas de reuniões, treinamentos e workshops (de junho de 2003 a abril de 2005) para treinamentos e estabelecimento de metas. Foram programadas palestras de renomados profissionais do mercado e workshops altamente interativos, para promover o alinhamento na comunicação, reforço no relacionamento entre os funcionários e todas as novas ações fossem definitivamente estabelecidas e implantadas.
Cada profissional recebe em sua residência um material didático especializado e uma assinatura da Revista CONSUMIDOR MODERNO, para a implantação da forte cultura de relacionamento.
Foi formada a QUADRILHA TECNISA, que se reúne a cada 60 dias para confraternizações, brain-storms, exercícios, apoio mútuo e aprendizado. A Quadrilha tem seu próprio canal eletrônico de comunicação: quadrilha@tecnisa.com.br, que foi criado para promover a troca de informações. O objetivo era transformar um grupo em uma equipe profundamente focada em atingir metas, com as estratégias de Marketing de Relacionamento em todas as pontas.
As equipes de operários das obras e da assistência técnica também ganharam um evento com o objetivo de valorizar esses profissionais e dar um treinamento mais avançado, e eles contribuíram com excelentes novas ideias!

Depoimentos de alguns profissionais da TECNISA:
“É muito bom ser TECNISA, pois há cumplicidade e relacionamento entre todos os funcionários... ao longo dos anos fiz muitos amigos entre os colegas... é uma empresa que proporciona o crescimento profissional... é uma empresa que se preocupa muito com a sociedade... é a melhor construtora do país!” – Clayton Rodrigues da Silva – engenheiro civil (começou a atuar na empresa, em dezembro de 1999 como estagiário).
“A realização do meu trabalho é altamente gratificante, fazendo toda a diferença na vida dos funcionários, nos projetos sociais e com todo o apoio e direcionamento de nosso presidente e diretores!” – Denise Pereira da Silva Bueno – supervisora de RH.
“TECNISA é o meu grande orgulho e foi meu primeiro desafio profissional. Aos 29 anos sou engenheiro responsável por obras e por vezes gerencio mais de 800 operários em uma única obra, com muito orgulho e respeito, graças à confiança que TECNISA deposita em mim e nos resultados que proporciono para a empresa, para os clientes e para os operários. E me emociono sobremaneira em presenciar o projeto de alfabetização de muitos deles e participar do projeto de voluntariado, acompanhando sua evolução em seus resultados no dia a dia e na melhoria de sua qualidade de vida.” – Joelson de Oliveira Santos – Engenheiro Civil.

| Central de Cases

10

5) Estratégias de Relacionamento com a Sociedade
No ano de 2001 a TECNISA iniciou seu Programa de Responsabilidade Social Estratégica que objetiva, acima de tudo, articular ações sociais que tenham correlação com o seu negócio. Ao longo de sua história, a empresa sempre se destacou pela acentuada generosidade com as mais diversas causas sociais. No entanto, as ações sempre eram feitas na forma de caridade e filantropia, sem a preocupação estratégica de associá-las ao contexto dos negócios da construção civil.
Por outro lado, a sociedade vem cobrando das empresas, de forma intensa e sistemática, uma responsabilidade social mais organizada e coerente com a atividade dos negócios em questão. A sociedade não acredita mais em oportunismo social, comum em empresas que se aproveitam de fatos sociais para ganhar visibilidade na mídia e para associar suas marcas a essas causas e que, no entanto, possuem práticas sociais questionáveis no seu segmento de negócios.
O Programa de Responsabilidade Social Estratégica da TECNISA prevê, prioritariamente, somente ações que tenham a ver com o nosso negócio. Eventualmente, a empresa apoia entidades e organizações quando julga que a causa se sobrepõe aos seus interesses estratégicos.
Todos os programas sociais da TECNISA, fundamentalmente, devem ser inéditos e estar associados à assinatura de marca. Quando está na fase de elaboração do projeto, sempre se pergunta se, de fato, ele representa MAIS CONSTRUTORA POR M2. Os projetos sociais da TECNISA se destacam por inovar e proporcionar um ganho efetivo para a empresa e os beneficiados envolvidos.

Projeto Ler e Construir de Alfabetização Adulta
Quando se fala em educação, é natural a associação com imagens de crianças estudando. Mas a verdade é que o Brasil tem uma dívida com centenas de milhares de pessoas que não tiveram na infância a oportunidade de estudar.
São adultos, trabalhadores e pais de família dispostos a contribuir com o desenvolvimento do País, a começar pelo papel que desempenham na família e também através de suas funções sociais. Atenta a isso, a TECNISA tem procurado criar oportunidades para o aprimoramento cultural e social dos seus funcionários, a começar pelo Programa de Alfabetização de Adultos, iniciado em abril de 2002.
Hoje são cerca de 150 alunos que trabalham nas obras da empresa. Três vezes por semana após o expediente, eles participam das atividades de alfabetização e educação, durante duas horas, ministradas por uma competente equipe de professores em salas de aula instaladas nos canteiros das obras. O projeto foi desenvolvido em parceria com a UNESP – Universidade
Estadual Paulista e conta com o apoio didático do Senai.
Esses operários alunos também recebem aulas de cidadania. No período escolar, visitam a loja do Pão de Açúcar Kid’s, onde recebem aulas de consumo consciente ministradas por um grupo de monitores do supermercado. Nas salas de aula, também são abordadas questões relacionadas ao barulho e poluição sonora das obras. Estas questões estão diretamente relacionadas ao Projeto Vizinho.
Além do trabalho educacional, a TECNISA fornece aos alunos funcionários todo o material didático utilizado nas aulas e lanche no horário letivo. Mas as atividades não param por aí.
Quem participou do programa já visitou a Bienal de Artes de São Paulo, o MAM, o Museu do
Ipiranga, experiências que certamente contribuíram no processo de conscientização de cada aluno trabalhador como cidadão.

| Central de Cases

11

Projeto Alfabetização Digital
A TECNISA iniciou o Projeto de Alfabetização Digital em abril de 2003 com o objetivo de criar condições para a inclusão digital de todos os seus operários de obras. Desde 1998, a TECNISA remunera seus operários através de um cartão magnético para o resgate de seus rendimentos mensais em qualquer caixa eletrônico. Muitos desses operários encontram dificuldades no resgate por desconhecerem funções básicas de uma operação eletrônica. Aliado a isso, todos os operários possuem equipamentos eletroeletrônicos em suas residências e de uso pessoal, com destaque especial para o telefone celular. Em virtude do uso da força física, é natural que elas não tenham “sensibilidade” para o manuseio desses modernos equipamentos.
A TECNISA entende a gravidade do problema da exclusão digital e promove cursos de capacitação nos quais os operários aprendem a introdução ao mundo digital. O objetivo não é ensinar como formatar planilhas eletrônicas ou apresentações com recursos gráficos,mas desmistificar as operações de um computador e promover o conhecimento das operações básicas. Aproximadamente 20% da carga horária do curso é destinada ao conhecimento da internet.
Esse trabalho é desenvolvido por um grupo de funcionários voluntários da TECNISA, que dedica 2 horas por semana para a capacitação desses operários. O curso prevê uma carga horária de 30 horas, constituída de 15 aulas. Essas aulas são ministradas 3 vezes por semana, incluindo os sábados, no laboratório de informática da TECNISA com um computador por aluno.
A TECNISA remunera a locomoção de todos os operários que se deslocam das obras até o laboratório e fornece lanches antes e depois das aulas a todos os alunos e voluntários. No ano de 2003, 26 funcionários voluntários participaram deste projeto, o que representa 22% dos funcionários administrativos da TECNISA.

Projeto Primeiro Emprego
A TECNISA, em conjunto com a Bolsa Mercantil de Futuros de São Paulo, estabeleceu uma parceria exclusiva que prevê a contratação de jovens com idade superior a 18 anos que estão à procura do Primeiro Emprego.
Desde 1996, a Associação Profissionalizante BM&F promove a integração de jovens excluídos socialmente, fortalecendo sua autoestima, resgatando seus valores éticos e conscientizando-os de seus direitos e deveres para o exercício da cidadania. Isso através de programas de captação profissional para jovens com idades entre 15 e 20 anos que estejam cursando o ensino regular ou supletivo (de modo a evitar evasão escolar) e renda familiar mensal de até 3 salários mínimos.
Entre os vários cursos profissionalizantes que a Associação Profissionalizante da BM&F promove, um é o Programa Faz Tudo, de formação básica para atuação em diferentes setores na área de manutenção predial, construção civil e, ainda, em setores do comércio ou serviços.
Esse programa prevê oficinas participativas e interativas. A sala de aula transforma-se em um espaço em que são criadas condições para a simulação do cotidiano das relações de trabalho.
A TECNISA iniciou o projeto de absorção desses jovens em junho de 2003, abrindo a oportunidade para que eles apliquem os conhecimentos adquiridos durante o período de profissionalização.

Projeto Profissionais do Futuro
No mês de outubro de 2003, a empresa enfrentou um problema em relação à contratação de mão de obra especializada de pedreiros, eletricistas, carpinteiros, entre outros, para suas obras.
Esse problema era recorrente e, diante dessa dificuldade, os engenheiros da TECNISA iniciaram um trabalho de brainstorming (geração de ideias) para encontrar fórmulas para melhorar o processo de contratação de operários qualificados.
Estava criado o contexto ideal para que um grupo de engenheiros, estagiários e mestres de obras lançassem a ideia de criar cursos com o objetivo principal de capacitar os operários das obras, dando-lhes a possibilidade de ascender profissionalmente. O projeto possibilita tam-

| Central de Cases

12

bém a inserção desses operários no mercado de trabalho. A maioria dos operários é de simples oficiais que praticam atividades que não lhes dão nenhuma oportunidade de emprego.
Através de diversos cursos promovidos nas obras, esses operários adquirem habilidades que lhes permitem conquistar uma nova profissão e a possibilidade de ter uma vida social mais digna. Na eventualidade de esses operários não estarem mais trabalhando na
TECNISA, eles poderão atuar no mercado de trabalho por conta própria, fazendo serviços de alvenaria, elétrica e hidráulica, entre outros, habilidades adquiridas nos cursos de Capacitação Adulta promovidos pela TECNISA.
A TECNISA possui atualmente mais de 60 alunos participando dos diversos cursos (veja as estatísticas abaixo), com um fato relevante: os cursos são ministrados por voluntários da
TECNISA que trabalham em obras. São mestres, encarregados, empreiteiros, estagiários e engenheiros: o que era para ser um curso de aprendizagem de pedreiros virou um grande projeto social envolvendo aproximadamente 150 pessoas entre voluntários, alunos, conselheiros, etc.
Hoje é, certamente, um dos projetos Sociais que a TECNISA possui no seu conjunto de ações de responsabilidade social levando-se em conta a quantidade de pessoas envolvidas. É um inteligente projeto de inclusão social no qual todos ganham: o operário, porque está qualificando-se; os voluntários, por se sentirem valorizados ao estar contribuindo para o desenvolvimento dos operários; a TECNISA, por estar criando um ambiente de trabalho com alto nível de satisfação; o futuro morador, porque estará recebendo um imóvel feito por pessoas que ao longo da obra colocaram seu empenho e, sobretudo, seu carinho; e a sociedade, que receberá, ao final da obra, profissionais mais qualificados para enfrentar a dura realidade social do nosso País.

RESULTADOS
Novos clientes conferiram suas opções pela marca TECNISA e sua satisfação vem evoluindo cada vez mais: as vendas por indicação de clientes em 2001 foram de 3% e em 2004 foram de
22%. Os resultados do investimento da TECNISA no público GLBT começaram a surgir, e representaram 12% das vendas em 2004.
Em 2003, as vendas através da equipe on-line corresponderam a 17% do número total de unidades vendidas pela TECNISA. Em 2004 este número foi de 18% e em 2005 está em 20%.
Alguns indicadores que avaliam a performance do programa de responsabilidade social estratégica da TECNISA sinalizam que a estratégia de unir a vocação de cidadania empresarial com a construção efetiva de um relacionamento saudável e respeitoso com a comunidade é uma fórmula de sucesso. Por exemplo, das 427 mil visitas que recebemos em nosso site de janeiro a junho de 2005, 8 mil acessaram o menu Responsabilidade Social.
A simples existência de um canal exclusivo de comunicação com os vizinhos, que é o e-mail vizinho@tecnisa.com.br, foi o suficiente para diminuir o atrito com os que residem no entorno das nossas obras, pois representa uma abertura concreta ao diálogo.
A criatividade da TECNISA não passou despercebida no mercado e frequentemente é destacada por diferentes premiações. O primeiro deles é de 1996, quando recebeu o Master Imobiliário do Sindicado da Habilitação (Secovi). De lá pra cá a empresa recebeu vários outros prêmios, entre eles: Grande Prêmio Folha de Qualidade Imobiliária 2003, Prêmio Avanço por um Mundo Melhor 2004 e 2005, Grand Prix do 2º Prêmio Abanet/MSN Brasil, Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente 2004 e 2005, Prêmio Master Imobiliário de
Responsabilidade Social em 2004 e Prêmio Master Imobiliário de Relacionamento em 2005.

| Central de Cases

13

CONCLUSÃO
O Poeta Drummond citava: “Entre a raiz e o fruto, há o tempo.”
Relacionamento é cultura e cultura não se constrói em alguns meses de árduo trabalho.
A cultura do relacionamento da TECNISA vem sendo desenvolvida ao longo dos últimos
4 anos com o envolvimento de toda a cúpula da empresa. Os resultados obtidos neste período são mensuráveis em termos quantitativos, no entanto, o maior ganho que está obtendo é de construção em um capital intangível ancorado pelo forte reconhecimento que a marca TECNISA conquistou neste período.
Em recente pesquisa feita com mais de 400 clientes da empresa, 96% deles estavam muito satisfeitos com a empresa e 97% indicariam a TECNISA para amigos, parentes e familiares.
Números como estes justificam e dão credibilidade à estratégia adotada. Os investimentos em mídia vem decrescendo nos últimos 2 anos em virtude da forte indicação de clientes. Em 2005, estamos prevendo que 25% das vendas serão por indicação de clientes.
Assim como a dinâmica do mundo dos negócios é intensa, as expectativas dos clientes seguem a mesma tendência. No início desta década, os clientes se contentavam com atendimento. Depois, passaram a exigir relacionamento e, agora, estão querendo “solucionamento”.
Nas eras do atendimento e relacionamento, a estrutura e os processos bem articulados atendiam as expectativas, agora, na era do “solucionamento” o que definitivamente fará a diferença, são as pessoas.
Em última instância, quem resolve os problemas são elas. Os clientes querem soluções fornecidas por pessoas e não por máquinas.
As empresas, pela primeira vez na história do mundo dos negócios, são reféns de pessoas.
Treinar já não é mais o suficiente, mais do que isso, a empresa tem que, constantemente, manter essas pessoas motivadas e, sobretudo, engajadas na solução de problemas que se renovam diariamente.
A TECNISA entendeu muito bem este novo ambiente, fez e continua fazendo fortes investimentos em várias frentes relacionadas à questão “pessoas”. A rotatividade nos últimos 3 anos foi de aproximadamente 5%, considerada muito baixa para os padrões da Construção Civil brasileira. Este indicador facilita muita a consolidação do trabalho de relacionamento que a empresa está construindo, e permite à empresa crescer de uma forma sustentável.
TECNISA – MAIS CONSTRUTORA POR M².

| Central de Cases

14…...

Similar Documents

Premium Essay

No Se Lo Que Es Pero Es Bueno

...|[pic] |Syllabus | | |School of Business | | |ACC/290 Version 3 | | |Principles of Accounting I | Copyright © 2011 by University of Phoenix. All rights reserved. Course Description This course covers the fundamentals of financial accounting as well as the identification, measurement, and reporting of the financial effects of economic events on an enterprise. Students will learn to examine financial information from the perspective of management. Other topics include decision making, planning, and controlling from the perspective of a practicing manager. Policies Faculty and students/learners will be held responsible for understanding and adhering to all policies contained within the following two documents: • University policies: You must be logged into the student website to view this document. • Instructor policies: This document is posted in the Course Materials forum. University policies are subject to change. Be sure to read the policies at the......

Words: 2436 - Pages: 10

Free Essay

¿Qué Es La Diversidad Para Mi?

...¿Qué significa para usted Diversidad, y ¿Qué hace un Industria de Seguros Diversos parece? Mientras se preparaba para empezar a pensar en el tema de la diversidad, hice lo que la mayoría de nosotros en estos días. Hice una búsqueda en Internet sobre el término. La búsqueda los resultados fueron abrumadores y configurar fácilmente una imagen de lo que es la diversidad, sin ni siquiera tener que hacer clic en un enlace único. Pero, mientras que los resultados de la búsqueda puede dar una definición de la diversidad, los resultados no reflejan la importancia de la diversidad en el sector de los seguros y el papel del seguro profesionales en su desarrollo. La diversidad es mucho más que sólo las cualidades superficiales de raza o género. Abarca todas las cualidades que nos hacen únicos, como individuo o como parte de un grupo. Y es la aceptación, el respeto y la comprensión de los únicos cualidades. En la economía actual y el mundo empresarial sigue creciendo a nivel mundial, la diversidad se traslada a la vanguardia. Habrá más culturas, personalidades y talentos en juego. Con el fin de tener éxito, una empresa debe entender cómo todas esas cualidades afectar la motivación, la comunicación y rendimiento. Cuando lo hace, se beneficiarán de una mejor comunicación y trabajo en equipo, la moral reforzada, y un mayor nivel de creatividad. Ahora que le he dado la explicación formal, voy a tratar de responder a la primera la mitad de la cuestión planteada. ¿Qué es......

Words: 1366 - Pages: 6

Free Essay

Desacuerdo Sobre Lo Que Es Investigación Social Científica: Algunas Impresiones

...Desacuerdo sobre lo que es investigación social científica: algunas impresiones Por: Juan Rojas González Docentes: Omar Barriga y Guillermo Henríquez Asignatura: Métodos y técnicas de investigación social Hoy en día la sociología, al igual que otras disciplinas de las ciencias sociales, continúa siendo vista por docentes y estudiantes como un campo que se aboca críticamente a los problemas que investiga, poniendo en cuestión aquellos aspectos del orden social que condicionan la aparición de estos problemas; aunque la realidad de muchos sociólogos que se desempeñan en el campo laboral no ha reflejado precisamente la concreción de estas expectativas. Pienso que esta divergencia refleja la propensión por parte del mundo académico de difundir un determinado modo de hacer investigación social, descartando otros modos de realizar investigación que son catalogados de “no generar nuevo conocimiento”, incluso de ser “funcionales” o “favorables al statu quo” -aseveraciones no pocas veces escuchadas- pero que paradójicamente son los más recurrentes en el quehacer profesional de la disciplina. Es inverosímil que la investigación social académica sea todavía considerada como la única que es verdaderamente científica, pues como sostienen acertadamente Barriga y Henríquez existe una diferencia entre las formas de investigar dentro y fuera del mundo académico en función de la naturaleza del objeto de estudio, pudiendo ser éste un objeto artesanal -aquél que surge de......

Words: 800 - Pages: 4

Free Essay

No Se

...en 1946 la compañía se hizo pública con propiedades en 11 estados en los Estados Unidos. Hoy están presentes en 78 países y más de 300 propiedades. La declaración de misión de Hilton Hotel Corporation es "Ser por excelencia de la compañía hotelera del mundo - la primera opción de los clientes, miembros del equipo, y los propietarios por igual" (Hiltonworldwide.com). La interpretación de la declaración de la misión se puede analizar para entender el negocio principal de Hilton. A continuación se presentan los elementos de su negocio principal: 1. Ser el líder en la compañía global de hospitalidad - Hilton trabaja agresivamente para obtener una ventaja competitiva con respecto a otros hoteles de la competencia con el fin de mantener su imagen y reputación mundial y ser la primera opción de las personas que viajan por todo el mundo por negocios o por placer. 2. La intención de Blackstone para hacer crecer el negocio y marcas a nivel mundial - Después de la adquisición de Hilton por el grupo Blackstone, la intención principal del grupo es invertir en el Hilton y otras marcas de todo el mundo que les ayudará a hacer crecer el negocio en beneficio de las partes interesadas y, finalmente, convertirse en un "premier en el negocio global de la hospitalidad". 3. Mejorar la experiencia del cliente - Hilton cree en proporcionar la experiencia mejor que la última vez que los invitados los visitó, por el cuidado de las preferencias de los huéspedes y lo que el cliente se espera de......

Words: 381 - Pages: 2

Free Essay

Cómo Se Puede Solucionar La Polémica de La Biopiratería?

...¿Cómo se puede solucionar la polémica de la biopiratería? 29.04.2013 Introducción Por medio de la industrialización, para los países desarrollados era posible que llevaran ventajas sobre los países en desarrollo tomando sus habilidades, explotándolas y impidiéndolas en su desarrollo económico y social. En el pasado, sobre todo las colonias eran involucradas en la explotación y, a pesar de su empeño y logro de independizarse, hoy en día la situación de ser explotado y dominado por los países industrializados casi es la misma. La explotación es que los países desarrollados destierran a los indígenas de su territorio natal y adaptan sus conocimientos de recursos genéticos como por ejemplo hereditarios de plantas, animales y microorganismos, que se habían apropiado durante generaciones. La dominación consiste en el hecho que los países desarrollados los patentan y ganan una cantidad de dinero increíble aunque estos conocimientos no son los suyos. Consecuentemente se puede decir, que es una forma del neo-colonialismo, por que por parte de los países industrializados, la patente y los derechos de propiedad intelectual forman un nuevo instrumento de dominación occidental. Hoy en día la biopiratería es un fenómeno legal pero hay muchos críticos que han suscitado un gran debate acerca de si la biopiratería debería ser prohibida, y intentan que los gobiernos nacionales la impidan. Para que la situación mencionada cambie, hay muchos propuestas que son el primer...

Words: 1292 - Pages: 6

Free Essay

Que Es La Pnl

...  ¿Que  es  la  PNL?     Por  Cecilia  Violic  G.  y  Marcelo  Santa  María  V.     La  Programación  Neurolingüística  (PNL),  es  bastante  más  simple  que  su  nombre.     ¿Conoces  a  alguien  que  sea  excelente  en  lo  que  hace?..  Y,  sin  ir  más  lejos,  tú  mismo  ¿En  qué  eres   genial?...     Dentro  de  tantas  cosas  que  hacemos  ,  todos  tenemos  áreas  de  genialidad:    bailar,  relacionarnos,   emprender,  mediar,  cocinar,  acompañar,  crear,  liderar,  ser  papá,  negociar,  meditar  y  muchas   otras.  Sin  embargo,  frecuentemente  no  nos  damos  cuenta  de  cómo  hacemos  lo  que  hacemos.   Simplemente  lo  hacemos.       La  PNL  es  como  una  lupa  que  amplifica  la  excelencia,  los  recursos,  lo  que  haces  bien  tú,  lo  que   hacen  bien  otros,  y  extrae  modelos  para  que  sepas  como  usarlos  más  veces,  conscientemente,   incluso  transfiriéndolo  a  otras  personas  o  a  otras  áreas  de  tu  vida  menos  exitosas.       Un  poco  de  historia…     En  los  años  ‘60...

Words: 1770 - Pages: 8

Free Essay

Processos, Que Processos?

...Organização, Recursos Humanos e Planejamento PROCESSO, QUE PROCESSO? José Ernesto Lima Gonçalves Professor do Departamento de Administração Geral e Recursos Humanos da EAESP/FGV e Consultor. E-mail: jernesto@fgvsp.br RESUMO Este texto, uma continuação do artigo “As empresas são grandes coleções de processos” (Gonçalves, 2000), resume as diferenças entre as organizações tradicionais e as empresas estruturadas por processos, mostra os principais estágios em que as empresas podem estar no seu caminho em direção a organizações por processos e como identificar em qual deles a empresa está, estabelece as vantagens da gestão por processos sobre modelos tradicionais e apresenta argumentos objetivos e critérios que podem orientar a decisão das empresas pela mudança da sua maneira de organizar. ABSTRACT This text, a sequel of a previously published article (Gonçalves, 2000), states the differences between traditional organizations and process organizations. It shows the main stages in which companies may be on their way towards process organizations and how to identify the particular stage a company currently is. Besides, this article sets the advantages of managing by processes and presents objective arguments and criteria that can guide companies to make decisions about their organizational model. PALAVRAS-CHAVE Processos empresariais, processos de negócio, gestão por processos, organização por processos, dono do processo. KEY WORDS Processes, business processes,......

Words: 7190 - Pages: 29

Free Essay

Qué Se Necesita Para Operar Una Organización Ética?

...Qué se necesita para operar una organización ética? Cuando nos referimos al término de ética, hablamos de la ciencia que estudia las acciones del ser humano entre lo que es bueno y lo que es malo. La ética consiste en una serie de normas que miden el comportamiento de una persona. Entre las cualidades esenciales que se espera del personal de una empresa, está la honestidad, buena conducta y reputación. Esto unido a la capacidad para desempeñar adecuadamente las funciones que se les asignen, son factores claves en el éxito de una empresa. En lo que al personal gerencial respecta, se espera que den el ejemplo a sus empleados. Existen dos tipos de ética, la espontánea y la racional. Cuando se habla de la espontánea, hablamos de los valores morales. La racional es la que nos hace reflexionar de nuestras experiencias morales y nos dan bases firmes. Al iniciar un negocio, es vital tener no solo el capital si no también el espíritu empresarial. Todo buen empresario, debe inicialmente trazar claramente cuáles son las metas que perseguirá su organización. Una vez establecidas unas metas claras, el empresario, debe enfocarse en operar una empresa de la manera más ética posible. La búsqueda del personal capacitado y honesto en momentos de crisis económica como la que vivimos, no es tarea fácil. Es por ello que la fase inicial, el reclutamiento de empleados debe hacerse de manera pensada y organizada. Un sistema de reclutamiento estricto, en donde se lleve a cabo un......

Words: 941 - Pages: 4

Free Essay

Lo Que Se Puede Medir No Siempre Se Puede Controlar

...TRABAJO INDIVIDUAL PENSAMIENTO CRÍTICO LO QUE SE PUEDE MEDIR, NO SIEMPRE SE PUEDE CONTROLAR AVILA ANGULO, KATTYA LIZBETH 2015 Lo que se puede medir, no siempre se puede controlar “Lo que no se define, no se puede medir. Lo que no se mide, no se puede mejorar. Lo que no se mejora, se degrada siempre” (Lord Kelvin, siglo XIX).1 Iniciamos este trabajo con la famosa frase de Thomson. ¿Cuántas veces hemos leído, escuchado o repetido esta frase? o mejor aún ¿Cuántas veces hemos escuchado diversas frases pero que encierran un concepto similar? Cualquier trabajador común está acostumbrado a que su desempeño sea “medido” de alguna forma mediante el control de indicadores, índices, ratios, etc. En muchas ocasiones el cálculo de los indicadores y control suele ser más que complicado; de acuerdo a la envergadura y sistematización de las empresas la obtención de los mismos puede variar considerablemente, siendo en algunos casos un arduo trabajo para los empleados el conseguir la información idónea que alimente estos indicadores. Un indicador de gestión o comúnmente denominado KPI (key performance indicator) es “aquel dato que refleja cuáles fueron las consecuencias de acciones tomadas en el pasado en el marco de una organización” (Camejo, 2012). Lo ideal es que estos indicadores sean la base para tomar acciones en adelante. La clave se encuentra en que el indicador de gestión debe reflejar la realidad con datos veraces y fiables para garantizar un adecuado análisis de la......

Words: 1575 - Pages: 7

Free Essay

Qué Consumen Los Chilenos

...Qué, cómo y cuánto consumimos los chilenos 25 de Marzo de 2013 Diego González se enteró de la noticia al mediodía: al día siguiente, la tienda de computación PC Factory haría por tercera vez una venta de bodega, luego de dos intentos anteriores en 2012 que terminaron en caos y con filas para entrar a la tienda que se extendían por varias cuadras. Revisó el listado que estaba en internet y vio que la cámara semiprofesional que quería comprar –y para la cual estaba ahorrando– tenía una rebaja de casi un 70 por ciento. Esta era su oportunidad. Cuatro horas después llegó a la sucursal ubicada en Eliodoro Yañez. Ya había gente haciendo fila: el primero estaba allí desde las 10:00 de la mañana. Varios ya sabían que podría haber problemas y para evitarlos decidieron hacer una lista de llegada con los 400 primeros. Quedó en el puesto 44. Diego, 20 años y estudiante de Ingeniería Mecánica en la Usach, dice que a las 23 horas de ese día, cuando faltaban aún 12 horas para que se iniciara la venta de bodega, la fila ya era de dos cuadras. La gente estaba atenta a que nadie se colara. Por los empujones y gritos en la fila, no cerró un ojo en toda la noche: prefirió cuidar su puesto. A las 9:00 horas del día siguiente, la cola llegaba hasta cerca de la esquina de Manuel Montt con la avenida 11 de Septiembre: casi 500 metros. La empresa había anunciado que abriría a esa hora y que grupos de 10 personas entrarían a comprar. Antes, algunos empezaron a subir la reja y a correr hacia la......

Words: 2867 - Pages: 12

Free Essay

No Se

...No sé que día de Agosto del año 1816 llegó a las puertas de la Capitanía General de Granada cierto haraposo y grotesco gitano, de sesenta años de edad, de oficio esquilador y de apellido o sobrenombre "Heredia", caballero en flaquísimo y destartalado burro mohino, cuyos arneses se reducían a una soga atada al pescuezo; y, echado que hubo pie a tierra, dijo con la mayor frescura «que quería ver al Capitán General.» Excuso añadir que semejante pretensión excitó sucesivamente la resistencia del centinela, las risas de los ordenanzas y las dudas y vacilaciones de los edecanes antes de llegar a conocimiento del Excelentísimo Sr. D. Eugenio Portocarrero, conde del Montijo, a la sazón Capitán General del antiguo reino de Granada... Pero como aquel prócer era hombre de muy buen humor y tenía muchas noticias de Heredia, célebre por sus chistes, por sus cambalaches y por su amor a lo ajeno..., con permiso del engañado dueño, dió orden de que dejasen pasar al gitano. Penetró éste en el despacho de Su Excelencia, dando dos pasos adelante y uno atrás, que era como andaba en las circunstancias graves, y poniéndose de rodillas exclamó: - ¡Viva María Santísima y viva su merced, que es el amo de toitico el mundo! - Levántate; déjate de zalamerías, y dime qué se te ofrece... -respondió el Conde con aparente sequedad. Heredia se puso también serio, y dijo con mucho desparpajo: - Pues, señor, vengo a que se me den los mil reales. - ¿Qué mil reales? - Los ofrecidos hace......

Words: 1156 - Pages: 5

Free Essay

Ptogramas a Los Que Pertenece Mexico

...Infancia (UNICEF), es un programa que forma parte de la ONU, su principal objetivo es ayuda humanitaria y de desarrollo a niños y madres solteras en los países en vías de desarrollo, la cual tiene acceso en todo el mundo y siempre buscando la prioridad en el menor para así defender y proteger sus derechos. “UNICEF México es la representación del Fondo de las Naciones Unidas para la Infancia en el país. Nuestra tarea es unir voluntades y articular esfuerzos para cumplir con una misión central: promover el cumplimiento de los derechos de los niños, niñas y adolescentes en todo el territorio nacional. La cooperación de UNICEF en México comenzó el 20 de mayo de 1954, cuando la organización firmó el primer acuerdo de colaboración con el Gobierno de los Estados Unidos Mexicanos y se establecieron las bases de cooperación con el propósito de beneficiar a “los niños y adolescentes, mujeres embarazadas y madres lactantes” del país.” (UNICEF, 2014) Desarrollo México es uno de los principales países que han alcanzado sus metas propuestas, por otro lado dicho organismo todavía tiene grandes obstáculos, uno de ellos son la mortalidad. Sus principales objetivos son: ODM 1. Erradicar la pobreza extrema y el hambre ODM 2. Lograr la educación primaria universal ODM 3. Promover la equidad de género y la autonomía de las mujeres ODM 4. Reducir la mortalidad de los niños menores de 5 años ODM 5. Mejorar la salud materna ODM 6. Combatir el VIH/SIDA ¿Qué hace UNICEF en México? Con......

Words: 863 - Pages: 4

Free Essay

No Se Nada

...es un poema épico griego que data del año 700 A.C. y se le atribuye a Homero. El poema, que se cree fue transmitido, en primera instancia, de forma oral, consta de 24 cantos y fue escrito usando una métrica llamada hexámetro dactílico, es decir, cada línea de la Odisea original estaba formada por seis unidades o pies. Argumento Odiseo es un héroe griego y el Rey de Ítaca, quién, después de pelear la guerra con Troya, le toma diez años regresar a casa. Penélope es su esposa y Telémaco su hijo. La Odisea cuenta la historia de Odiseo, uno de los héroes griegos más famosos, y su travesía de diez años a casa al final de la Guerra con Troya. En su camino se topa con hechiceras, cíclopes, dioses furiosos, entre otros. En casa, en Ítaca, su esposa, Penélope, y su hijo, Telémaco, son acechados por varios nobles y solteros codiciosos que creen que Odiseo está muerto y están buscando su fortuna. Eventualmente Odiseo regresa a casa y los mata a todos. La travesía del héroe abarca desde Troya, en Asia, menor pasando por las islas del Mar Mediterráneo (cerca de Italia) y de regreso a Ítaca, Grecia. Resumen de los Cantos Canto I: Homero comienza la Odisea invocando a la Musa para que cuente lo sucedido a Odiseo después de destruir Troya. En una asamblea de los dioses griegos, Atenea aboga por la vuelta del héroe a su hogar, quien lleva muchos años en la isla de la ninfa Calipso. La misma Atenea, tomando la figura de Mentes, rey de los Tafios, aconseja a Telémaco que viaje en busca de......

Words: 2609 - Pages: 11

Free Essay

Que Es Estrategia

...QUE ES ESTRATEGIA? En la explicación del cambio estructural que se ha manejado hasta ahora, en el momento en que se establece una interacción con el entorno es cuando se comienza a habar del desarrollo de estrategias. Este, puede darse de muchas formas, ya sea mediante la innovación en procesos, productos, servicios, tecnología, u otros factores productivos que generen resultados positivos dentro del marco de la gestión administrativa. Como se dijo en un comienzo, para tener una mayor aproximación hacia el tema tenemos que partir del punto en que debe tenerse claro que significa implementar estrategias hacia el logro de objetivos propuestos y para que se hace. Desde que surgió la dirección estratégica en la década del sesenta del siglo XX, hay consenso, por los autores que abordan el tema, que la necesidad de proactividad ante la agresividad y cambios bruscos en el entorno fue uno de los elementos que hicieron necesaria su aparición y posterior difusión por todo el mundo hasta convertirse en una de las herramientas de dirección más empleadas en el mundo. La creación de elementos que ayuden a la consolidaron de la cultura organizacional mediante variaciones en los procesos dentro de la estructura con el fin de obtener supervivencia en el entorno actual de acontecimientos es una de las tantas definiciones que se toman sobre la asimilación de la estrategia dentro de las organizaciones. La estrategia es la respuesta a dos preguntas: ¿qué es nuestro negocio? y ¿Qué debería ser?....

Words: 4318 - Pages: 18

Free Essay

No Se

...de la línea, Mano de obra, Costos de mantención, Costos de utilización y consumo de servicios, Infraestructura requerida, Garantía, flete e instalación, Puesta en marcha. 2. DESCRIPCIÓN DEL PROCESO PRODUCTIVO. 1. Fabricación. La fabricación de colchones se basa exclusivamente de 2 operaciones: la fabricación de los colchones y cortes de espuma para tapicería Para la elaboración de los colchones de resortes, espuma, se requieren los siguientes elementos: Cuadro: Insumos para la fabricación de los colchones |Materia Prima | |Láminas de espuma | |Estructura de resortes de acero | |Telas | |Hilos | |Cinta para ribeteado | |Bolsas plásticas | |Etiquetas | La fabricación de los colchones y cortes de espuma para tapicería se realiza en una sección totalmente independiente de la zona de fabricación de espuma. 2. Descripción del proceso de fabricación por operación. El proceso productivo de colchones ésta comprendido básicamente por seis......

Words: 2354 - Pages: 10